Rede APS - Rede de pesquisa em atenção primária a saúde

Saúde mais perto de você Abrasco
5419 cadastrados
Faça parte da rede APS!
Cadastre-se!

Instituições Apoiadoras

Revista da OPAS abre chamada de artigos sobre Atenção Primária à Saúde nas Américas: 40 anos de Alma-Ata

Revista Pan-Americana de Saúde Pública, publicada pela Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS/OMS), anuncia a chamada de artigos para a próxima edição especial intitulada Atenção Primária à Saúde nas Américas: 40 anos de Alma-Ata. Para orientar os autores na produção e submissão dos trabalhos, o comitê editorial definiu quatro tópicos fundamentais para a edição especial: estratégias e programas para reduzir as desigualdades em saúde e na atenção à saúde; aumento da capacidade de resposta no primeiro nível de atenção; liderança e governança e; organização da comunidade para promover o acesso universal à saúde e a cobertura universal de saúde. Serão aceitos artigos escritos em Português, Inglês e Espanhol. As contribuições à edição temática incluirão artigos de pesquisa original, revisões sistemáticas, opinião e análise, relatórios especiais ou contribuições breves. A data para submissão dos trabalhos encerra no dia 29 de dezembro de 2017.

Antecedente e Justificativa

Há quarenta anos, os países membros da Organização Mundial da Saúde, reunidos em Alma-Ata, acordaram um conjunto de princípios com vistas a proteger e promover a saúde de todas as pessoas, enunciando a atenção primária à saúde como preceito orientador de um sistema de saúde integral. Desde a Declaração de Alma-Ata, em 1978, os países das Américas vêm testemunhando extraordinário progresso, crescimento econômico e melhoria de seus sistemas de saúde. Permanecem, contudo, muitos desafios na Região, inclusive a pobreza e a desigualdade, as barreiras ao acesso à saúde, os modelos de atenção ineficientes, a segmentação dos sistemas de saúde, a fragmentação dos serviços, o financiamento insuficiente para a saúde e a debilidade da governança e da liderança.

Com vistas a abordar a agenda pendente e promover sistemas de saúde baseados na atenção primária nas Américas, a OPAS articulou várias estratégias e planos com os Estados Membros e aprovou uma série de resoluções. Em 2007, o documento de posição da OPAS sobre a renovação da atenção primária à saúde nas Américas continha a definição dos elementos e funções de um sistema de saúde baseado na atenção primária que guiavam os países da Região na transformação de seus sistemas de saúde e na avaliação de suas necessidades. Em 2014, a resolução sobre o acesso universal à saúde e a cobertura universal de saúde, também conhecidos como saúde universal, recordou os valores de Alma-Ata e convocou os países da Região a avançarem no sentido de sistemas de saúde que possibilitem o acesso de todas as pessoas e comunidades, sem nenhum tipo de discriminação, a serviços de saúde integrais, adequados, oportunos e de qualidade, assim como o acesso a medicamentos seguros, efetivos, de preço acessível e de qualidade, ao mesmo tempo garantindo que o uso de tais serviços não exponha os usuários a dificuldades financeiras, especialmente no caso dos grupos em nas condições de vulnerabilidade.

Após quatro décadas de empenho e de uma execução considerável de políticas e programas que posicionam a atenção primária à saúde no centro dos sistemas de saúde, é hora de avaliar o progresso no sentido da consecução dos objetivos da atenção primária à saúde.

Mais informações em CFP_Alma-Ata_pt

ABRASCO - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE SAÚDE COLETIVA - Todos os direitos reservados - © Copyright 2015
Tel./Fax: +55 (21) 2560-8699 - 2560-8403 | E-mail: contato@rededepesquisasaps.org.br

%d blogueiros gostam disto: