Rede APS - Rede de pesquisa em atenção primária a saúde

Saúde mais perto de você Abrasco
5407 cadastrados
Faça parte da rede APS!
Cadastre-se!

Instituições Apoiadoras

O SUS das Práticas Integrativas: Medicina Tradicional Chinesa

A Medicina Tradicional Chinesa (MTC) é a denominação dada ao conjunto de práticas de cuidado milenares na China. A Organização Mundial da Saúde (OMS), desde a década de 1970, incentiva os países membros da Organização das Nações Unidas (ONU) a implementarem políticas públicas para uso racional e integrado do recurso terapêutico chinês nos sistemas nacionais de atenção à saúde.

No Brasil, a MTC ganhou mais força ao entrar para a Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares (PNPIC), em 2006. Apesar da Acupuntura ser a mais conhecida do escopo de métodos, há também Fitoterapia chinesa,Tuina ou Tui Ná, Dietoterapia, Auriculoterapia, Moxabustão, Ventosaterapia e Práticas corporais — exercícios integrados com respiração, circulação de energia e meditação, como Chi Kung, o Tai Chi Chuan e outras artes marciais.

Por meio de um grupo da terceira idade de Blumenau (SC), a rotina de exercícios do Tai Chi começou a ser popularizada no município. “Logo no início da oferta da prática, em 2005, outras pessoas começaram a procurar. Atualmente, as turmas têm usuários de todas as idades”, explica Ethna Unbehaun, coordenadora Municipal das Práticas Integrativas e Complementares da Secretaria Municipal de Promoção da Saúde de Blumenau.

O Tai Chi Chuan consiste em uma sequência de movimentos executados de forma lenta, cadenciada e sequencial, envolvendo práticas de respiração para aumentar e equilibrar o Qi (pronuncia Chi), a força cósmica. O princípio básico envolve concentração no centro básico de energia vital conhecido como dantian (abdômen).

“Sempre tive problemas de hipertensão. Com o Tai Chi consigo manter a pressão regular. Também percebi ótimos resultados no aspecto psicológico porque comecei a interagir com outras pessoas”, conta Zilma Maria, 74 anos, frequentadora assídua.

Os usuários têm acesso por interesse pessoal e/ou por indicação profissional. Após contato com a instrutora de Tai Chi, os pacientes recebem orientações e, se necessitarem, têm o exercício adequado às suas necessidades ou recebem indicações de outras práticas ofertadas pela rede. “Senti mudanças na força muscular e no equilíbrio do corpo. Praticar Tai Chi faz bem para minha mente e todo ser humano deveria fazer. É muito importante para minha vida”, afirma Elvira Laurentis, 72 anos.

O município também tem meditação e hortas de plantas medicinais. Para 2017, a Secretaria Municipal de Saúde fará um diagnóstico da rede para ampliar a oferta das PICS.

Benefícios da prática do Tai Chi Chuan
Para o corpo:
alonga os tendões, relaxa os músculos, estabiliza a pressão arterial, melhora o ritmo cardíaco, regula taxas hormonais (colesterol, triglicerídios, glicose), diminui dores e edemas, tranquiliza o sono, desenvolve a coordenação motora e percepção corporal.
Para a mente: estimula a memória, atenção e concentração, desenvolve a tranquilidade mental, amplia a percepção sensorial, propicia autoconhecimento, diminui o estresse, ansiedade, depressão e fobias.
Para a sociabilidade: possibilita convivência social, desenvolve amizades, divulga informação e conhecimento cultural.
Para o espírito: ameniza a agitação dos pensamentos, auxilia o foco no cuidado consigo e com a sociedade. Traz paz, saúde e harmonia aos participantes.

Boas experiências
Na semana que vem, descubra como a Reflexologia mudou a realidade de Balneário Piçarras (SC). Histórias como a de Blumenau estão em todo o país. Se no seu município há oferta de osteopatia, musicoterapia, quiropraxia, Ayurveda, biodança, dança circular, Terapia comunitária integrativa ou Yoga, envie sua história para o e-mail: educomunicacao.dab@gmail.com. Queremos divulgar experiências bem sucedidas para incentivar outros municípios a investirem na estruturação das PICS, bem como na melhoria da promoção, prevenção e cuidado da população.

Leia também
O SUS das Práticas Integrativas: Arteterapia
O SUS das Práticas Integrativas: Meditação
O SUS das Práticas Integrativas: Naturopatia
O SUS das Práticas Integrativas: Fitoterapia

 

Nota publicada no site DAB/MS – http://dab.saude.gov.br/portaldab/

ABRASCO - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE SAÚDE COLETIVA - Todos os direitos reservados - © Copyright 2015
Tel./Fax: +55 (21) 2560-8699 - 2560-8403 | E-mail: contato@rededepesquisasaps.org.br

%d blogueiros gostam disto: